ChristchurchNova Zelândia

Serviços Gratuitos para Mulheres Imigrantes

Entrevista com a brasileira Márcia de Norie que trabalha na AMMA em Christchurch

Muitos estudos indicam que agir em benefício alheio refletem em benefícios psicológicos positivos.
Nesta entrevista, Márcia de Norie nos conta como iniciou seu trabalho com voluntária em uma instituição sem fins lucrativos, dedicada a dar suporte para mulheres imigrantes em Christchurch através de serviços gratuitos.

Moradora na cidade de Christchurch há treze anos, Márcia já participara de alguns trabalhos voluntários durante o período. Mas este projeto social chamou sua atenção no primeiro momento em que o conheceu.

“No dia 22 de fevereiro eu vi o post de autoria da Carolina Mccorkindale sobre a AMMA, no grupo Mulheres em Christchurch no Facebook.

No dia seguinte mandei mensagem para o celular da Hana (uma das fundadoras da AMMA), manifestando o meu interesse em ser voluntária.

Na sexta-feira seguinte nos encontramos na biblioteca em Fendalton, logo após uma aula de inglês dada por ela. Conversamos bastante eu, a Carolina e a Hana sobre a organização e um pouco da experiência de cada uma de nós na Nova Zelândia.

A sintonia entre nós foi imediata! E eu gostei muito do que ouvi sobre os projetos em andamento e dos que estão sendo planejados para um futuro próximo. Ao final do encontro a Hana já me deu tarefas e me convidou para uma sessão de treinamento. Fiquei bastante feliz de ter sido aceita como voluntária da AMMA”, relata Norie.

Imagem do post no Facebook sobre a AMMA.

Um estudo publicado no The Journals of Gerontology, da Universidade de Oxford, em 2005 mostra que o cérebro de voluntários libera mais hormônios como a dopamina e a serotonina, responsáveis pela felicidade e bem-estar.

Organização sem fins lucrativos

A AMMA (Aotearoa Migrants 4 Migrants) é uma organização sem fins lucrativos, dedicada a dar suporte para mulheres imigrantes em Christchurch. É dirigida por um time de mulheres também imigrantes, que querem retribuir as suas comunidades. “Nosso objetivo é criar um ambiente seguro e acolhedor, para as mulheres se descontraírem e conectarem-se, bem como desenvolverem habilidades essenciais, necessárias à empregabilidade e à integração na Nova Zelândia”, afirma Márcia.

Projeto

Márcia nos conta sobre o projeto em que participa, onde as mulheres que residem em Christchurch pode se inscrever e participar de classes de inglês gratuitamente. “Atualmente oferecemos aulas de inglês semanais na biblioteca em Fendalton, nas terças, das 6 às 8 da noite. Nas sextas são das 11 às 13 horas.

As classes são para o nível básico e pré-intermediário. Também temos um encontro mensal (quarta segunda-feira do mês), das 6 às 7 da noite, na biblioteca de Fendalton, dos Grupos de Suporte às Mulheres, onde elas podem compartilhar as suas experiências e dificuldades”, compartilha Márcia.

Outros projetos e atualizações

Foto de arquivo pessoal, autorizado a publicar por Marcia de Norie.

“Estamos expandindo e recentemente passamos a oferecer encontros sociais nas tardes de terças-feiras, no Centro Comunitário em Hornby. Este encontro é para as mulheres imigrantes, que vivem nos bairros próximos a este centro confraternizarem e criarem novas amizades. Elas poderão trazer os filhos maiores de 4 anos de idade, que ficarão sob os nossos cuidados fazendo atividades recreativas.

Também estamos considerando a possibilidade de oferecermos aulas de inglês em Hornby. Isso irá depender do número de mulheres interessadas”, nos conta Márcia.

Se você tem interesse ou sabe de alguém que o teria, por favor entre em contato pelo nosso e-mail amma.kiaora[email protected] ou mande uma mensagem para Hana, no celular 0273595313.

Site: AMMA (Aotearoa Migrants 4 Migrants)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo