Comunidade Brasileira

Cindy Anne | Chef Especialista em Breakfast na Nova Zelândia

Seu objetivo é transformar empreendedores em verdadeiros expert em Breakfast

Sabendo que o caminho da imigração não é só flores, mas caso seja teu objetivo, valerá muito a pena.

Nesta entrevista a Chef Cindy Anne nos conta com simplicidade, mas com profunda reflexão, sobre seus desafios ao chegar neste país. Desafios que não a fizeram desistir de seus sonhos.

Agora ela prova a si mesma e a outras pessoas que todos somos capazes de alcançar o que desejamos, basta querer e encontrar seu caminho.

Cindy Anne com a família em um restaurante. Foto: Arquivo pessoal.

Nos conte um pouco da sua história

“Eu sou a Cindy Anne, sou do Rio Grande do Sul (gaúcha), onde eu e minha família vivemos até 2019.

A decisão de sair do Brasil foi tomada em janeiro de 2018. Fizemos uma prospectiva de onde gostaríamos de estar em 5 anos e afim de dar uma melhor qualidade de vida para nosso filho, resolvemos tomar a decisão de seguir em frente.

Sou formada em gastronomia e meu marido em história. No Brasil eu era dona de cafeteria e ele trabalhava em uma rede de telecomunicações. E quando chegamos aqui é que percebemos o quão corajosos havíamos sido, afinal tudo que fomos no Brasil, aqui sem o domínio da língua, não serve para nada.

Foram períodos bem intensos, mas graças a Deus, no 4º dia eu consegui meu 1º trabalho, como dishwasher e logo em seguida consegui o sponsor por 3 anos.

Nosso filho se adaptou super bem na escola e está muito feliz.”

Propósito na carreira

Atualmente sou Chef Especialista em Breakfast e meu objetivo é apresentar a cultura de Breakfast para os empreendedores brasileiros, transformando-os em verdadeiros Expert no assunto, através de um curso online.

Você sabia que as primeiras cafeterias instaladas, foram em Wellington na capital da Nova Zelândia em 1930? Pois até então para o povo nativo daqui, “Café” significava “Essência de café” café líquido com chicória servidos com leite quente. . Nesta época máquinas de Milkshake eram muito mais comuns do que as máquinas de café expresso. Chef Cindy Anne

Um conselho…

“E se eu puder dar um conselho para quem tem interesse em sair do Brasil seria: Não arrume desculpas, quem quer faz, quem quer dá um jeito.

Não foque nas dificuldades, foque no que você precisa fazer para atingir seus objetivos.

E honestamente, não vai ser fácil. Vai ter dias de questionamento, choro, tristeza, saudade, mas com a ajuda de Deus, tu vai se fortalecer e seguir na tua caminhada, e tu vai ter certeza de que valeu a pena.”

Foto: Arquivo pessoal.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo